Síndrome de apneia obstrutiva do sono de causa insólita - A propósito de um caso clínico

  • Nadia Hassamo Ramos Interno do Internato Complementar de Otorrinolaringologia, Hospital Garcia de Orta, Portugal
  • Carlos Alexandre Assistente Hospitalar Graduado de Otorrinolaringologia, Hospital Garcia de Orta, Portugal
  • Luís Antunes Director de Serviço de Otorrinolaringologia, Hospital Garcia de Orta, Portugal
Palavras-chave: apnea obstrutiva, sono, morfologia, imagiologia

Resumo

Introdução: Os autores descrevem um caso clínico de SAOS de grau ligeiro, cujo estudo revelou neoformação parafaríngea direita a nível da apófise estilóide e adjacente à base do crânio.

Material e Métodos: Doente do sexo feminino de 58 anos com o diagnóstico de síndrome de apneia obstrutiva do sono de grau ligeiro. Efectuou uvulopalatoplastia em 2008 sem resolução da doença. Estruturalmente apresentava uma classe I do estádio anatómico modificado de Friedman, com classe dentoesquelética de Angle tipo 1 e índice de massa corporal de 24. O estudo endoscópico das vias aerodigestivas superiores não revelou aspectos morfológicos a salientar. Solicitámos exames complementares de diagnóstico sequenciais para avaliação de eventuais anomalias da via aérea superior.

Resultados: Através da imagiologia concluiu-se da existência de lesão com características expansivas centrada ao espaço parafaríngeo direito, de configuração ovalada, com volume de cerca de 20cm3 que condicionava desvio medial da vertente direita da orofaringe. Em face do estudo efectuou-se cirurgia electiva tendo o exame anatomopatológico revelado o diagnóstico de adenoma pleomórfico de glândula salivar minor.

Conclusão: A síndrome de apneia obstrutiva do sono resulta de alterações estruturais das vias aéreas superiores. A determinação do nível de obstrução é o ponto fulcral para o tratamento desta entidade nosológica. Este caso representa uma etiologia insólita e rara que no entanto cumpre, pela sua localização, os critérios requeridos para a existência de SAOS.

Downloads

Não existe ainda disponível informação de downloads.

Referências

Friedman M, Ibrahim H, Bass L. Clinical Staging for sleep-disordered breathing. Otolaryngology-Head and Neck Surgery 2002; 127: 13-21

Li HY,Wang PC, Lee LA, Chen NH et al. Prediction of Uvulopalatopharyngoplasty Outcome: Anatomy-Based Staging System

Versus Severity-Based Staging System. SLEEP 2006;29(12):1537-1541

Balbani APS, Formigoni GGS. Ronco e síndrome da apnéia obstrutiva do sono. Rev Ass Med Brasil 1999; 45(3): 273-8

Colin WB. Comprehensive reconstructive surgery for obstructive sleep apnea KWA 2004 Apr; 12:154-162

Filho VAP, Jeremias F, Tedeschi L, Souza RF. Avaliação cefalométrica do espaço aéreo posterior em pacientes com oclusão Classe II submetidos à cirurgia ortognática. R Dental Press Ortodon Ortop Facial.2007; 12 (5):119-125

Schellenberg JB, Maislin G, Schwab RJ. Physical Findings and the Risk for Obstructive Sleep Apnea - The Importance of Oropharyngeal Structures. Am J Respir Crit Care Med 2000;162:740–748

Togeiro SM, ChavesJr. CM, Palombini L, Tufik S e tal.Evaluation of the upper airway in obstructive sleep apnoea. Indian J Med Res 131, 2010 Feb, pp 230-235

Núñez-Fernández D, García-Osornio M, Vokurka J, Upper Airway Evaluation in Snoring and Obstructive Sleep Apnea http://emedicine.medscape.com/article/868925-overview

Gregório M, Jacomelli M, Figueiredo A, Cahali M et al. Evaluation of airway obstruction by Nasopharyngoscopy: comparison of the Müller maneuver versus induced sleep. Rev Bras Otorrinolaringol 2007;73(5):618-22

Kilinç AS, Arslan SG, Kama JD, Ozer T et al. Effects on the sagittal pharyngeal dimensions of protraction and rapid palatal expansion in Class III malocclusion subjects. European Journal of Orthodontics 2008; 30: 61–66

Sakakibara H, Tong M, Matsushita K, Hirata M et al. Cephalometric abnormalities in non-obese and obese patients with obstructive sleep apnoea. Eur Respir J 1999; 13: 403-410

Como Citar
Ramos, N. H., Alexandre, C., & Antunes, L. (1). Síndrome de apneia obstrutiva do sono de causa insólita - A propósito de um caso clínico. Revista Portuguesa De Otorrinolaringologia E Cirurgia De Cabeça E Pescoço, 50(4), 357-360. Obtido de https://journalsporl.com/index.php/sporl/article/view/80
Secção
Caso Clínico