Avaliação estética em Rinoplastia: Fatores a considerar

  • Mariline Santos Interna de ORL do Centro Hospitalar do Porto http://orcid.org/0000-0001-7041-0994
  • Miguel Gonçalves Ferreira Serviço de ORL do Centro Hospitalar do Porto
  • Diogo Oliveira e Carmo Serviço de ORL do Hospital CUF Infante Santo, Lisboa, Portugal
  • José Carlos Neves Serviço de ORL Hospital Lusíadas, Lisboa, Portugal
  • Miguel Bebiano Coutinho Serviço de ORL do Centro Hospitalar do Porto
  • Cecília Almeida e Sousa Serviço de ORL do Centro Hospitalar do Porto

Resumo

A rinoplastia é um dos maiores desafios da cirurgia plástica facial e tem como objetivo principal melhorar a harmonia entre o nariz e a face, garantindo um aperfeiçoamento estético mas mantendo, simultaneamente, a vertente funcional do nariz. Para que seja atingido um bom resultado estético e funcional, torna-se necessário que haja, antes da cirurgia, uma avaliação da face, um plano cirúrgico detalhado e uma clara comunicação entre o doente e o cirurgião. A técnica cirúrgica a ser executada terá de ter em conta, não só a parte anatómica a ser redefinida, como também a expectativa estética que motiva o doente a submeter-se a rinoplastia.4 A perspetiva do doente é crucial em rinoplastia e a comunicação entre o doente e o cirurgião é um ponto-chave.5 Idealmente, os doentes e o cirurgião iriam identificar os mesmos defeitos nasais e quantifica-los de forma idêntica. Porém, até à data, pouco se sabe sobre a concordância entre a perspetiva estética nasal feita por doentes e cirurgiões, e se esta é influenciada por fatores como o género do doente, a idade ou o respetivo defeito nasal. A par da escassez de investigação nesta área, acrescem as consequências da globalização e do turismo em saúde na procura por cirurgia estética facial, desconhecendo-se a influência da origem cultural na avaliação estética nasal. Sabe-se que o nariz, talvez pela sua localização central, influencia a forma como os outros vêm o doente, e muitas vezes, o que o motiva a procurar rinoplastia é o pensamento de que as pessoas da população geral não gostam do seu nariz. Por esta razão, avaliar o grau de concordância entre a avaliação estética nasal feita pelo doente e por pessoas da população geral, inclusive de áreas geográficas distintas, seria inovador e oportuno para uma melhor avaliação do doente que procura rinoplastia.6 Este estudo tem como objetivo identificar fatores que poderão ter que vir a ser considerados aquando da avaliação estética nasal. Trata-se de um estudo pioneiro, no qual, fatores relativos ao doente, cirurgião e população geral serão avaliados e será testada a sua potencial influência na avaliação estética do nariz.

Downloads

Não existe ainda disponível informação de downloads.

Referências

Cingi C, Eskiizmir G, Cakli H. Comparative analysis of primary and

secondary rhinoplasties according to surgeon´s perspective, patient

satisfaction and quality of life. Ann Otol Rhinol Laryngol 2012; 121(5):

-7

Kotzampasakis D, Mantalos P, Kotzampasakis S, Danias N,

Nikolopoulos T. Assessment of aesthetic results of 100 patients

who underwent rhinoplasty – rhinoplasty outcome evaluation. Plast

Reconst Surg Glob Open 2017: 15:5(9): e1404

Woodard CR, Park SS. Nasal and facial analysis. Clin Plast Surg 2010;

(2):181-9

Barone M, Cogliandro A, Stefano N, Tambone V, Persichettu P.

A systematic review of patient-reported outcome measures after

rhinoplasty. Eur Arch Otorhinolaryngol 2017; 274(4):1807-1811

East C, Badia L, Marsh D, Pusic A, Klassen A. Measuring patientreported

outcomes in rhinoplasty using the FACE-Q: a single site

study. Facial Plast Surg 2017; 33:461-469

Niehaus R, Kovacs L, Machens H, Herschbach P, Papadopulos

N. Quality of life – changes after rhinoplasty. Facial Plast Surg

;33:530-536

Rosa F, Lohuis PJ, Almeida J, Santos M, et al. “The Utrecht

Questionnaire for outcome assessment in aesthetic rhinoplasty”:

validation and clinical application. Braz J Otorhinolaryngol 2017

Landis JR, Koch GG. The measurement of observer agreement for

categorical data. Biometrics 1977;33:159-74

Pitak-Arnnop P, Hemprich A, Dhanuthai K, Yildirim V, Pausch N.

Panel and patient perceptions of nasal aesthetics after secondary cleft

rhinoplasty with versus without columellar grafting. J Craniomaxillofac

Surg 2011; 39(5):319-25

Lasch KE, Marquis P, Vigneux M, Arnould B, Bayliss M, Crawford B,

Rosa K. PRO development: rigorous qualitative research as the crucial

foundation. Qual Life Res 2010; 19:1087-1096

Ching S, Thoma A, McCabe RE, Antony MM. Measuring outcomes

in aesthetic surgery: a comprehensive review of the literature. Plast

Reconstr Surg 2003; 111:469-480

Lohuis PJ, Hakim S, Duivesteijn W, Knobbe A, Tasman AJ. Benefits

of a short, practical questionnaire to measure subjective perception

of nasal appearance after aesthetic rhinoplasty. Plast Reconstr Surg

; 132:913e–923e

Datema FR, Zijl van FVWJ, Poel van der EF, Baatenburg de Jong

RJ, Lohuis PJFM. Transparency in functional rhinoplasty: benefits of

routine prospective outcome measurements in a tertiary referral

center. Plast. Reconstr. Surg 2017; 104: 691-702

Broer PN, Buonocore S, Morillas A, Liu J, Tanna n, Walker M,

Ruben MS, Persing J. Nasal Aesthetics: a crosse-cultural analysis. Plast

Reconstr Surg. 2012;130(6):843e-850e

Wang F, Xu G, Gruber R. Rhinoplasty results are influenced by nonnasal

features. Facial Plast Surg 2017;33:207-212

Daniel RK, Kosins A, Sajjadian A, Cakir B, Palhasi P, Molnar G.

Rhinoplasty and brow modification: a powerful combination. Aesthet

Surg J 2013;33(7):983-994

Ferreira MG, Monteiro D, Reis C, Almeida e Sousa C. Spare

Roof Technique: a middle third new technique. Facial Plast Surg

;32(1):111-6

Publicado
2018-08-21
Como Citar
Santos, M., Gonçalves Ferreira, M., Oliveira e Carmo, D., Neves, J. C., Bebiano Coutinho, M., & Almeida e Sousa, C. (2018). Avaliação estética em Rinoplastia: Fatores a considerar. Revista Portuguesa De Otorrinolaringologia E Cirurgia De Cabeça E Pescoço, 56(1), 7-12. Obtido de https://journalsporl.com/index.php/sporl/article/view/719
Secção
Artigo Original

Trabalhos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)