Carcinoma da laringe – 7 anos de experiência num hospital central

Autores

  • Tiago Francisco da Cunha Costa Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Porto
  • Eduardo Cardoso Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Porto, Portugal - Serviço de Otorrinolaringologia, Centro Hospitalar de São João, Porto

DOI:

https://doi.org/10.34631/sporl.657

Palavras-chave:

Carcinoma da laringe, sobrevida a 5 anos, fatores de prognóstico, cirurgia, QT RT, resultados funcionais.

Resumo

Objetivos: Neste estudo pretendeu-se avaliar os resultados clínicos do tratamento do carcinoma da laringe (CL) e a existência de fatores de prognóstico.

Métodos: Avaliaram-se 137 doentes seguidos em consulta do serviço de Otorrinolaringologia do Centro Hospitalar de São João (CHSJ), com diagnóstico de CL, entre 2004 e 2010.

Resultados: A sobrevida a 5 anos dos pacientes foi de 44,5%. Pacientes com um tumor T1 submetidos a cirurgia (CX), apresentaram uma sobrevida de 100%. Pacientes com um tumor T4, submetidos a CX+RT, apresentaram uma sobrevida de 39,1%. Quando submetidos a QT+RT, a sobrevida foi de 13%. A opção por QT+RT permitiu que estes pacientes não apresentassem disfunção laríngea após tratamento.

Conclusão: O estadiamento do tumor e a modalidade terapêutica atuaram como fatores de prognóstico. Em pacientes selecionados, a opção por QT+RT poderá permitir taxas de cura satisfatórias, com melhores resultados funcionais que a cirurgia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Ferlay J, Soertaram I, Dikshit R, Eser S et al. Cancer incidence and mortality

worldwide: sources, methods and major patterns in GLOBOCAN 2012. International Journal of Cancer. 2015;136(5):E359-86;

Gale N, Douglas R, Poljak M, Strojan P et al. Laryngeal Squamous Intraepithelial Lesions: An Updated Review on Etiology, Classification, Molecular Changes, and Treatment. Adv Anat Pathol. 2016;23(2):84-91;

Rudolph E, Dyckhoff G, Becher H, Dietz A et al. Effects of tumour stage, comorbidity and therapy on survival of laryngeal cancer patients: a systematic review and a meta-analysis. Eur Arch Otorhinolaryngol. 2011;268:165–179;

Timme D, Jonnalagadda S, Patel R, Rao K et al. Treatment Selection for T3/T4a Laryngeal Cancer: Chemoradiation Versus Primary Surgery. Annals of Otology, Rhinology & Laryngology. 2015;124(11):845-51;

Luo X , Chen L, Zhang S, Lu Z et al. Effectiveness of chemotherapy and radiotherapy for laryngeal preservation in advanced laryngeal cancer: a meta‑analysis and systematic review. Radiol Med. 2015;120(12):1153-69;

Lin C, Fedewa S, Prickett K, Kristin A et al. Comparative Effectiveness of Surgical and Nonsurgical Therapy for Advanced Laryngeal Cancer. Cancer. 2016;122(18):2845-56;

Nakata Y, Ijichi K, Hanai N, Nishikawa D et al. Treatment results of alternating chemoradiotherapy with early assessment for advanced laryngeal cancer: A multi-institutional phase II study. Auris Nasus Larynx. 2017;44(1):104-110.

Publicado

2017-10-30

Como Citar

da Cunha Costa, T. F., & Cardoso, E. (2017). Carcinoma da laringe – 7 anos de experiência num hospital central. Revista Portuguesa De Otorrinolaringologia E Cirurgia De Cabeça E Pescoço, 54(4), 255-259. https://doi.org/10.34631/sporl.657

Edição

Secção

Artigo de Revisão