TRAUMATISMOS CERVICAIS EXTERNOS

Autores

  • Sandra Alves Interno Complementar de O.R.L. do Centro Hospitalar de Vila Novo de Gaia
  • Manuela Ferreira Interno Complementar de O.R.L. do Centro Hospitalar de Vila Novo de Gaia
  • Mário Giesteira de Almeida Assistente Graduado de O.R .L. do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia
  • Artur Condé Chefe de Serviço de O.R.L. do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia
  • Agostinho Silva Director de Serviço de O.R.L. do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia

DOI:

https://doi.org/10.34631/sporl.491

Palavras-chave:

Traumatismo cervical, Pescoço, OtorrinolaringologiaTraumatismo cervical, Otorrinolaringologia

Resumo

Os traumatismos da região cervical constituem acidentes associados a elevada morbilidade e mortalidade, exigindo, obrigatoriamente, cuidados apropriados e precoces.

Os otorrinolaringologistas, dado o seu particular controlo onátomo-cirúrgico do região cervical, constituem parte integrante das equipas multidisciplinares de traumatismos nesta área, pelo que é fundamental um conhecimento profundo e actual do tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

Alves, S., Ferreira, M., Giesteira de Almeida, M., Condé, A., & Silva, A. (1). TRAUMATISMOS CERVICAIS EXTERNOS. Revista Portuguesa De Otorrinolaringologia E Cirurgia De Cabeça E Pescoço, 44(4), 343-351. https://doi.org/10.34631/sporl.491

Edição

Secção

Artigo de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 3 4 5 6 > >>