Avaliação da prevalência e caracterização da rinossinusite em Portugal – estudo epidemiológico

Autores

  • Ezequiel Barros Centro Hospitalar de Lisboa Central – Hospital de São José
  • Luisa Monteiro Centro Hospitalar de Lisboa Central – Hospital Dona Estefânia
  • João Branquinho Prata Hospital Fernando da Fonseca
  • António Sousa Vieira Hospitais Privados de Portugal – Porto
  • Pedro Tomé Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Paulo Gonçalves Hospital São Sebastião
  • Ana Santos Unidade de Epidemiologia, KeyPoint, Consultoria Científica, Lda.
  • Magda Mota Gabinete de Apoio à Investigação Científica, KeyPoint, Consultoria Científica, Lda.
  • Ana Macedo Direcção Científica, KeyPoint, Consultoria Científica, Lda.

DOI:

https://doi.org/10.34631/sporl.412

Palavras-chave:

Rinossinusite, Rinossinusopatia, Prevalência, Portugal

Resumo

Objectivos: Determinar a prevalência e caracterizar o perfil dos doentes com rinossinusite aguda e crónica, em Portugal Continental.

Desenho do estudo: Estudo epidemiológico transversal.

Métodos: Aplicação de um questionário a um grupo representativo de 5.116 indivíduos de ambos os sexos, entre os 14 e os 65 anos.

Resultados: A prevalência total de rinossinusite foi de 13,7% (11,3% aguda e 2,4% crónica), sendo mais frequente em mulheres, nas faixas etárias dos 30 aos 39 anos e acima dos 60 anos, nas zonas de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), Alentejo e Algarve. A prevalência de rinossinusite crónica é maior no Norte (50%), em inquiridos com idade média de 43 anos. A rinossinusite crónica é frequentemente acompanhada de outras patologias e sintomas e motiva mais consultas médicas do que a rinossinusite aguda.

Conclusão: A sensibilização para a importância do diagnóstico correcto, ao mesmo tempo que se contraria a tendência da automedicação recorrente é de relevância extrema na prevenção e tratamento da rinossinusite.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

Barros, E., Monteiro, L., Branquinho Prata, J., Sousa Vieira, A., Tomé, P., Gonçalves, P., Santos, A., Mota, M., & Macedo, A. (1). Avaliação da prevalência e caracterização da rinossinusite em Portugal – estudo epidemiológico. Revista Portuguesa De Otorrinolaringologia E Cirurgia De Cabeça E Pescoço, 46(4), 243-250. https://doi.org/10.34631/sporl.412

Edição

Secção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

<< < 1 2 3 4 5 6 > >>