Disfonia Pós Tiroidectomia parcial e total e outras complicações cirúrgicas: A perspectiva de 10 anos de experiência

  • Francisco Monteiro Interno de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/ Espinho (CHVNG/E)
  • Pedro Oliveira Assistente Hospitalar Graduado do CHVNG/E
  • Cristiana Coimbra Interna de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial do CHVNG/E
  • Leandro Ribeiro Interno de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial do CHVNG/E
  • Mário Giesteira de Almeida Assistente Hospitalar Graduado Sénior do CHVNG/E
  • Manuel Sousa Assistente Hospitalar Graduado do CHVNG/E
  • Artur Condé Diretor de Serviço do CHVNG/E

Resumo

Introdução: A disfonia pós tiroidectomia é uma complicação com impacto significativo na qualidade de vida dos doentes. Utilizando uma técnica meticulosa com identificação do nervo laríngeo recorrente, a sua incidência é atualmente reduzida (0,4-2,5%).Neste estudo, os autores analisam os casos de disfonia pós operatória e sua relação com a extensão cirúrgica, bem como outras complicações

Materiais e Métodos: Estudo retrospetivo de revisão de 176 doentes submetidos a tiroidectomia nos últimos 10 anos. Foram analisados os casos de disfonia transitória e permanente e sua eventual relação com a extensão da cirurgia tiroideia, bem como com diagnósticos histológicos. Foram também estudados dados demográficos bem como outras complicações cirúrgicas.

Resultados: Constatou-se baixa percentagem de disfonia pós operatória, facto corroborado em estudos prévios.

Conclusões: Como evidenciado em outros estudos, os casos de disfonia pós-operatória são escassos, corroborando-se associação mais consistente com a tiroidectomia total e diagnóstico de neoplasia maligna, nomeadamente carcinoma papilar.

Downloads

Não existe ainda disponível informação de downloads.
Publicado
2017-05-11
Como Citar
Monteiro, F., Oliveira, P., Coimbra, C., Ribeiro, L., Giesteira de Almeida, M., Sousa, M., & Condé, A. (2017). Disfonia Pós Tiroidectomia parcial e total e outras complicações cirúrgicas: A perspectiva de 10 anos de experiência. Revista Portuguesa De Otorrinolaringologia E Cirurgia De Cabeça E Pescoço, 54(2), 93-97. https://doi.org/10.34631/sporl.323
Secção
Artigo de Revisão